Passaporte (bio)

De rótulo passou a estrutura profissional de criação e no ano em que atinge a maioridade, o projeto iniciado por Igor Gandra e Carla Veloso confirma a escolha do nome. O Ferro enquanto matéria resistente e mutável continua a inspirar os espetáculos de teatro em que a relação das marionetas com o corpo-intérprete evolui inspirada pelo tempo e as criações de dramaturgos portugueses. Um caminho percorrido por dois transformados num só, que passa por cenários alternativos e envolve, sobretudo, o público mais jovem. 

 

Viagem (projeto/ação)

Percurso artístico “Encontros no caminho. Os novos fenómenos do Entroncamento”

A mala que preparamos varia consoante a viagem, mas em todas deixamos um espaço invisível para trazer de volta as recordações. Não aquelas que se compram nas lojas, mas as coisas que nos ficam presas na memória pela sua excecionalidade. Pormenores que mexem com os sentidos como a simples troca de letras que transformam “entroncar” em “encontrar”. Por aqui surge um Encontramento de pessoas, objetos e vivências que mete na bagagem de cada um o que se descobre pelo caminho e se transforma numa instalação artística criada por homines fabri e homines fabulae.

 

Workshop de marionetas “Encontros no caminho. Os novos fenómenos do Entroncamento”

O tempo é a principal matéria-prima deste workshop pelas idades dos participantes que por aqui se cruzam e pelo desafio que os transforma em arqueólogos em passeio por locais que deram nome à cidade ferroviária. Prospetores de histórias e estórias, de objetos mais ou menos estranhos que deixam de estar esquecidos, de memórias manipuladas e coladas que se transformam em algo novo, como marionetas transformadas em novos fenómenos.

 

Espetáculo “Olo – um solo sem S”

Um solo sobre um solo da marioneta que se descobre por quem a queria descobrir, o marionetista. Uma revelação do que surge da solidão no palco ou entre as paredes de uma sala de ensaios. Onde está o limite entre o que se cria e o que já existe? Qual o papel da memória na descoberta diária? S de quê? As respostas surgem nos fios da vida, felizmente puxados por uma marioneta, neste espetáculo criado e encenado por Igor Gandra a partir dos universos de Jorge Luís Borges, Andrei Tarkovsky, Ágota Krystóf e Heiner Muller, entre outros.  

 

Paragens (concelhos/locais)

Entroncamento

Vila Nova da Barquinha

 

Itinerário (programa)

8 a 12 de abril . 14h30 às 18h30 | Workshop (Entroncamento - Bairro Camões e Centro Cultural)

12 a 14 de abril . 15h00 | Visitas orientadas (Entroncamento - ponto de encontro: Bairro Camões)

15 e 16 de abril . 16h00 | Olo – um solo sem S (Vila Nova da Barquinha – Centro Cultural)  

 

Passageiros (público-alvo)

Workshop: M/ 10 anos

Visitas orientadas: Todos os públicos 

Espetáculo: M/12 anos