Teatro Todas as gerações

Companhia Instável Catabrisa

Foi da força do vento – o mesmo que espalha sementes e planta pelo caminho a vontade de mudar o mundo – que nasceu o mote para que um menino parta em busca das maiores aventuras que podem existir. Movido pela curiosidade do desejo, do espanto e da invenção, o protagonista do espetáculo trazido à pedra pela Companhia Instável vai à conquista do mundo, num jogo entre texto, ilustração, luz e sombra. Catabrisa, um espaço de ideias em forma de sensação, vai esvoaçar pelos ventos de Sardoal.

(Cada sessão destes espetáculo tem a lotação máxima de 30 pessoas para famílias; e de 50 pessoas para escolas)

Texto | Eugénio Roda a partir do livro Catavento (Edições Eterogémeas) de Gémeo Luís e Eugénio Roda
Conceção e direção coreográfica | Joana Providência Dramaturgia | Eugénio Roda (Emílio Remelhe) Criação,
cenografia e figurinos | Gémeo Luís Interpretação | Filipe Caldeira
Música | Manel Cruz
Direção técnica | Ricardo Alves
Produção executiva | Companhia Instável

Uma encomenda | Maria Matos Teatro Municipal
Coprodutores | Centro Cultural Vila Flor, Cine-teatro Joaquim D’Almeida, Comédias do Minho, Companhia
Instável, Fundação Lapa do Lobo, Fundação Casa da Música e Maria Matos Teatro Municipal.

 

12/10 11:00 Sardoal Bombeiros Municipais
12/10 14:00 Sardoal Bombeiros Municipais
13/10 11:00 Sardoal Bombeiros Municipais
13/10 14:00 Sardoal Bombeiros Municipais

i